Atmospheric Carbon Dioxide Hits Highest Level in at least 3 Million Years

Methane and nitrous oxide levels continue to rise as well, warns World Meteorological Organization.
The press release from the World Meteorological Organization (WMO) says it all: “Another year, another record.”

It is a record we do not want. It is a record of political failure. It is a record based on the politics of climate denial. We have crossed another climate threshold that, yet again, signals we are in deep trouble.

We are now experiencing levels of carbon dioxide, the primary greenhouse gas, that the earth has not experienced for three to five million years. We are walking — more like stumbling with stupidity — into the unknown. But we know there will be consequences. If we do not change our current trajectory quickly, we risk leaving a very different and dangerous world to our children and grand-children.

According to the WMO’s annual Greenhouse Gas Bulletin, which collects data from fifty four countries, the average concentrations of carbon dioxide (CO2) reached 407.8 parts per million in 2018, up from 405.5 parts per million (ppm) in 2017.

Read more at Earthinsland

Brasil tem emissões estáveis em 2018

Aumento foi de 0,3% em relação ao ano anterior, segundo novos dados do SEEG; queda no setor de energia, puxada por renováveis, compensou alta no desmatamento da Amazônia.

As emissões brasileiras de gases de efeito estufa se mantiveram estáveis em 2018, segundo nova estimativa do SEEG, o Sistema de Emissões de Gases de Efeito Estufa do Observatório do Clima.

No ano passado, o país teve emissões brutas de 1,939 bilhão de toneladas de CO2 equivalente (CO2e), um valor 0,3% maior do que o 1,932 bilhão de toneladas verificado em 2017. Os dados serão apresentados nesta quarta-feira (6) em Recife, durante a 1a Conferência Brasileira de Mudança do Clima.

As emissões decorrentes da alta de 8,5% no desmatamento da Amazônia no ano passado foram em parte compensadas por uma redução de cerca de 10% na destruição do Cerrado, o que fez as emissões por mudança de uso da terra crescerem 3,6%.

No setor de energia, registrou-se queda de 5% nas emissões, ocasionada por um aumento expressivo (13%) no uso de etanol no transporte de passageiros, pela adição obrigatória de biodiesel ao diesel e pelo incremento de renováveis na geração de eletricidade. Nessa área, houve também crescimento da energia eólica e aumento das chuvas, que fizeram o governo desligar termelétricas fósseis e acionar usinas hidrelétricas. Devido ao menor acionamento de usinas térmicas, as fontes não-hídricas ultrapassaram as fósseis pela primeira vez e, em 2018, foram a segunda maior fonte de eletricidade para o país.

Já as emissões de agropecuária, processos industriais e resíduos tiveram pequenas variações: queda de 0,7% no primeiro setor e aumento de 1% nos outros dois.

Mesmo com a aparente boa notícia, o perfil das emissões brasileiras indica que o país, que é o sétimo maior poluidor climático do planeta, ainda não incorporou uma trajetória consistente de redução de emissões. “Manter as emissões brasileiras estáveis num mundo que continua aumentando as emissões é importante, mas não suficiente. O planeta precisa que as emissões sejam reduzidas com vigor nos próximos anos, e infelizmente nosso cenário de emissões para 2020 é de aumento”, afirmou Tasso Azevedo, coordenador-técnico do OC e coordenador do SEEG.

Climate crisis: 11,000 scientists warn of ‘untold suffering’

Statement sets out ‘vital signs’ as indicators of magnitude of the climate emergency

The world’s people face “untold suffering due to the climate crisis” unless there are major transformations to global society, according to a stark warning from more than 11,000 scientists.

“We declare clearly and unequivocally that planet Earth is facing a climate emergency,” it states. “To secure a sustainable future, we must change how we live. [This] entails major transformations in the ways our global society functions and interacts with natural ecosystems.”

There is no time to lose, the scientists say: “The climate crisis has arrived and is accelerating faster than most scientists expected. It is more severe than anticipated, threatening natural ecosystems and the fate of humanity.”

The statement is published in the journal BioScience on the 40th anniversary of the first world climate conference, which was held in Geneva in 1979. The statement was a collaboration of dozens of scientists and endorsed by further 11,000 from 153 nations. The scientists say the urgent changes needed include ending population growth, leaving fossil fuels in the ground, halting forest destruction and slashing meat eating.

Prof William Ripple, of Oregon State University and the lead author of the statement, said he was driven to initiate it by the increase in extreme weather he was seeing. A key aim of the warning is to set out a full range of “vital sign” indicators of the causes and effects of climate breakdown, rather than only carbon emissions and surface temperature rise.

Read More at The Guardian

Relatório triplica o número de afetados pelo risco de inundação devido à mudança climática

Relatório triplica o número de afetados pelo risco de inundação devido à mudança climática.

A partir de 2050 as zonas costeiras onde atualmente vivem 300 milhões de pessoas serão inundadas todos os anos. Ou pelo menos isso acontecerá se não forem tomadas medidas de contenção de água, como diques e muros. É uma das consequências mais diretas do aumento incontrolável do nível do mar devido às mudanças climáticas. Os 300 milhões de afetados são o triplo do que havia sido estimado até agora com os modelos de previsão habituais, de acordo com um estudo publicado terça-feira pela Nature Communications.


A Ásia é, sem dúvida, a região mais afetada. Mas na Espanha, por exemplo, também haverá impactos: cerca de 200.000 pessoas residem hoje em áreas que serão expostas a essas inundações anuais a partir de 2050. Na zona vermelha do mapa de risco — elaborado pelos autores do relatório e pela organização Climate Central —, existem áreas importantes por seu valor econômico e natural, como Doñana, o Delta do Ebro, a Manga del Mar Menor e municípios de Cádiz e Huelva.

O aumento do nível do mar já é um dos impactos irreversíveis da mudança climática que o ser humano provocou com as emissões de gases de efeito estufa que superaquecem o planeta, segundo a maioria dos cientistas. O nível do mar continuará subindo principalmente devido ao degelo nos polos, como alertou um relatório recente do IPCC, o painel de especialistas internacionais que assessora a ONU.

Leia completo em EL PAÍS

More Articles...

  1. Processos seletivos abertos no âmbito do projeto da Quarta Comunicação Nacional do Brasil à UNFCCC
  2. Veja como as cidades se preparam para enfrentar as mudanças climáticas
  3. Balanços da “Bonn Climate Change Conference”
  4. “Desajuste climático acontece agora e para todos”, diz secretário da ONU
  5. France endures its hottest day ever as Europe swelters in heat wave
  6. Deadly India Heat Wave Temperature Reaches 123 Degrees in Second-Driest Pre-Monsoon Spell in 65 Years
  7. Aquecimento global pode ser catastrófico para o Brasil, alertam cientistas
  8. O PAPEL DA CIÊNCIA NAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS E NA IMPLEMENTAÇÃO DOS ODS
  9. Frio intenso, calor extremo, chuvas fortes e ventanias. Em 10 anos, Rio Preto teve uma série de eventos
  10. Aberto período para submissões para candidaturas de especialistas para participar da reunião de definição do escopo do sexto relatório de síntese da avaliação do painel intergovernamental de mudança do clima (IPCC)
  11. Aberto período para inscrição para participação da primeira minuta da contribuição do Grupo de Trabalho I para o Sexto Relatório de Avaliação (AR6), do IPCC
  12. Como nosso cérebro atrapalha o combate às mudanças climáticas
  13. 12 excuses for climate inaction and how to refute them
  14. Uma concentração de CO2 nunca vista pela espécie humana.
  15. Bairro em Londres vai criar 11km de corredor de flores para abelhas
  16. It's Official: Atmospheric CO2 Just Exceeded 415 ppm For The First Time in Human History
  17. Carbon dioxide levels hit landmark at 415 ppm, highest in human history
  18. Mudanças climáticas no Rio e no mundo: a urgência de novos padrões
  19. Derretimento da Antártica já está seis vezes mais rápido do que há 40 anos
  20. O colapso da Terra está cada vez mais próximo
  21. ONU alerta contra impactos ambientais da dessalinização para fornecimento de água doce
  22. 1 milhão de espécies ameaçadas: o que diz preocupante relatório da ONU sobre impacto humano
  23. São Paulo está quente demais para maio
  24. Como a mudança climática está deixando os países ricos mais ricos, e os pobres mais pobres
  25. Permafrost collapse is accelerating carbon release
  26. Nasa instrument heads to space station to map CO2
  27. Agência norte-americana avisa comunidades para que se prepararem para a mudança do clima
  28. Parlamento britânico é o primeiro do mundo a declarar “emergência ambiental e climática”
  29. Entrevista do Mês: Eduardo Assad
  30. Cientistas discutem devastador custo da ação humana no planeta
  31. Novo ciclone atinge Moçambique seis semanas após o primeiro; ONU pede mais apoio
  32. NASA revela novas (e preocupantes) evidências do aquecimento global
  33. As chuvas extremas do Rio são a nova normalidade do clima?
  34. Temporais fazem parte de uma nova realidade, diz climatologista
  35. Motivo de caos no Rio, chuva anormal para outono é 'retrato de clima mais hostil'
  36. Humanidade consome recursos da Terra a taxas insustentáveis, alerta agência da ONU
  37. A diferença entre os impactos de um aquecimento de 1,5˚C ou 2˚C no planeta
  38. Emissões de carbono quebram o recorde em um retrocesso global devastador
  39. Demanda por energia dispara em 2018 e emissões batem recorde
  40. Situação do clima em 2018 mostrou aumento dos efeitos da mudança climática, diz relatório
  41. Reflexos do aquecimento global para a economia brasileira
  42. Falta de acesso à água afeta bilhões e provoca aumento de conflitos no mundo, diz relatório da ONU
  43. Terceiro Relatório de Atualização Bienal do Brasil
  44. Convite: Lançamento do Livro – Brasil: um futuro sustentável
  45. Artigo: A felicidade traz prosperidade
  46. Rio de Janeiro registra as temperaturas médias mais altas em 97 anos
  47. Biodiversidade é uma potência ainda subaproveitada no país.
  48. ‘Estresse térmico’ deixa pessoas mais nervosas nos dias quentes
  49. Groenlândia está derretendo mais rápido do que esperávamos e não há muito mais o que fazer
  50. Verão pode causar 'estresse térmico' no corpo
  51. Gelo da Antártica está derretendo seis vezes mais rápido do que há 40 anos, diz estudo
  52. 'A proteção do meio ambiente não pertence a nenhuma corrente política ou ideológica'
  53. Aquecimento dos oceanos ocorre em ritmo mais rápido que o esperado
  54. Verão tem temperaturas mais altas que as do ano passado; tendência é esquentar
  55. Agro holandês é POP
  56. Animais silvestres em perigo: projeto de lei libera caça no Brasil, também em unidades de conservação. E muito mais!
  57. Chuvas torrenciais e muito calor: o que determina o clima das grandes cidades?
  58. Verão de 2019 vai ser escaldante e já sabemos qual mês será o pior
  59. Ministério do Meio Ambiente oferece 8 cursos na área socioambiental
  60. Agenda do Evento de Lançamento do Relatório "Potência Ambiental da Biodiversidade: um caminho inovador para o Brasil"
  61. COP 24 aprova 'livro de regras' do Acordo de Paris
  62. Relatório encomendado pela própria UNFCCC sobre o aquecimento
  63. Secretário-geral da ONU alerta que planeta não pode se permitir fracassar na COP 24
  64. Brasil perderá se sair do acordo climático, diz ex-negociador dos EUA
  65. 1. SBPC se manifesta contra a saída do Brasil do Acordo de Paris
  66. A COP24 em Katowice terminou neste domingo, por volta das 00:30h.
  67. Artigo: Capitalismo climático Para a obtenção do lucro, é fundamental que se limite o aumento de temperatura da Terra
  68. Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas e a Fundação Grupo Boticário lançam Sumário para Tomadores de Decisão sobre biodiversidade e clima na COP24
  69. Relatório Especial “Potência Ambiental da Biodiversidade: um caminho inovador para o Brasil”
  70. 1º Fórum Brasileiro de Transição Energética
  71. Evento de Lançamento do Sumário para Tomadores de Decisão (STD) do PBMC e BPBES – Espaço Brasil na COP-24
  72. COP24 "Eles chegaram a Katowice de bicicleta"
  73. Como anda a COP14 da Biodiversidade?
  74. Moving for Climate NOW
  75. 2018 UN Biodiversity Conference
  76. Primeira chuva no Atacama em 500 anos destrói vários micróbios
  77. Temperatura do planeta poderá aumentar 3,2 graus Celsius, muito além da meta de 1,5
  78. Biodiversidade é 'galinha de ovos de ouro' desperdiçada no Brasil, mostra relatório
  79. Impacto das mudanças climáticas intensificam incêndios na Califórnia
  80. Biodiversidade não é problema, é solução
  81. BRASIL pode ser líder em desenvolvimento sustentável, dizem cientistas
  82. Aquecimento climático em São Paulo já é o dobro da meta global
  83. Não é só pelo 1,5ºC
  84. Chamada pública "Boas práticas de sustentabilidade A3P"
  85. Ministro divulga nota sobre fusão com o MAPA
  86. Fome: aquecimento aumenta o risco de uma nova grande crise global
  87. Populações de animais caíram 60% em 44 anos, alerta WWF
  88. Anúncio da fusão dos ministérios da Agricultura e Meio Ambiente preocupa a Coalizão Brasil
  89. Remote Hawaiian Island Wiped Off The Map
  90. Dados do Inpe sugerem aceleração da área desmatada na Amazônia
  91. O que precisa ser feito em cada setor para limitar o aquecimento global em 1,5oC?
  92. 1,5°C a mais até o fim do século - otimismo possível?
  93. O Brasil e a biodiversidade
  94. Aquecimento global está acima da meta, diz IPCC
  95. Análise: Relatório do IPCC força aquecimento global sobre agenda dos candidatos a presidente
  96. ONU dá último alerta para evitar a catástrofe climática
  97. Educação ambiental abre 16 mil vagas
  98. 37 things you need to know about 1.5C global warming
  99. We have 12 years to limit climate change catastrophe, warns UN
  100. Leaked US critique of climate report sets stage for political showdown in Korea

Unicast